Rita Lee ganha exposição histórica no MIS SP

Mostra acontece no segundo semestre de 2021 e reúne lembranças guardadas pela artista ao longo dos seus 50 anos de trabalho com a música!

Fonte: Catraca Livre

A rainha Rita Lee ganha uma exposição histórica no MIS – Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Com curadoria de seu filho, João Lee, a mostra abre ao público no dia 23 de setembro e fica em cartaz de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada), mas você pode garantir entrada gratuita de terça a sexta-feira, das 10h às 11h30 – basta comprar/reservar seu ingresso online.

Com diretoria artística de Guilherme Samora, grande estudioso do legado cultural de Rita Lee, a mostra reúne lembranças guardadas pela artista ao longo dos seus 50 anos de envolvimento com a música.

E João Lee está olhando para todo esse material com muito carinho, a fim de definir quais são os momentos mais emblemáticos da carreira da mãe e presentear o público com particularidades dessa trajetória, além de compartilhar aspectos inéditos da vida particular dela.

Um pouquinho de história…

Nascida em 31 de dezembro de 1947, Rita Lee é uma multiartista, além de ser considerada uma das mulheres mais influentes do Brasil! Cantora, compositora, instrumentista, atriz, escritora e ativista pelo direito dos animais, ela se tornou a quarta artista mais bem-sucedida do Brasil, com mais de 55 milhões de discos vendidos.

Consagrada como a rainha do rock, Rita Lee também passeou por vários estilos musicais, como psicodelia, pop rock, disco, new wave, MPB, bossa nova e até sonoridades eletrônicas.

Ex-integrante dos grupos Os Mutantes (1966-1972) e Tutti Frutti (1973-1978), a artista, que também se destacou na carreira solo, participou e protagonizou importantes revoluções no mundo da música e da sociedade.

Inclusive, o álbum “Fruto Proibido”, lançado em 1975 com a banda Tutti Frutti, é considerado um marco no rock nacional! Ouça:

Suas canções marcaram história e se transformaram em clássicos! “Ovelha Negra”, “Mania de Você”, “Lança Perfume”, “Agora Só Falta Você”, “Baila Comigo”, “Banho de Espuma”, “Desculpe o Auê”, “Erva Venenosa”, “Amor e Sexo”, “Reza”, “Flagra” e “Doce vampiro” povoam o imaginário nacional há muito tempo.