Bolsonaro ataca apresentadora da CNN, que recebe ameaças de apoiadores do presidente

Bolsonaro chamou Daniela Lima, da CNN, de “quadrúpede” quando apoiadores apresentaram trecho editado de uma fala da jornalista. “Não sei se é ameaça de morte ou de ditadura”, tuitou a apresentadora compartilhando comentário de bolsonarista

Fonte: Revista Fórum

Após Jair Bolsonaro (sem partido) atacar a apresentadora da CNN Brasil, Daniela Lima, apoiadores do presidente passaram a ameaçar a jornalista nas redes sociais.

“Não sei se é ameaça de morte ou de ditadura. De toda forma, não passará”, tuitou Daniela ao compartilhar um comentário de um seguidor que fala em Dia de Finados após a jornalista publicar sobre o Dia da Imprensa, comemorado nesta terça-feira (1º).

Bolsonaro chamou a apresentadora da CNN de “quadrúpede” quando apoiadores apresentaram trecho editado de uma fala da jornalista dizendo que “infelizmente, a gente vai falar de notícia boa”.

O trecho foi editado de um vídeo em que a apresentadora divulgou que o mercado de trabalho formal havia registrado saldo positivo em abril, com criação de 120.935 empregos com carteira assinada. Apesar do dado positivo, o número foi o menor de 2021.

Na ocasião, Daniela disse “não saia daí porque agora, infelizmente, a gente vai falar de notícia boa, mas com valores não tão expressivos”.

Bolsonaro usou a fake para atacar a jornalista. “‘Infelizmente, somos obrigados a dar uma boa notícia, mas não é tão boa assim não’. É uma quadrúpede”, disse aos risos.

“Afinal de contas, acho que não precisa dizer de quem ela foi eleitora no passado. De outra do mesmo gênero”, disse, na sequência, Bolsonaro, insinuando que a jornalista teria votado em Dilma Rousseff (PT).

Em nota, a CNN Brasil diz que “repudia com veemência as ofensas e insinuações do presidente”.

“Apesar de não citar nomes, o presidente da República, Jair Bolsonaro, usou uma palavra muito ofensiva para criticar a âncora da CNN Daniela Lima durante conversa com seus apoiadores na tarde desta terça-feira. A empresa repudia com veemência as ofensas e insinuações do presidente. A liberdade de imprensa é um pilar fundamental em qualquer democracia e precisa ser protegida por toda a sociedade”. diz a nota.