Vídeo: Mãe humilha filho que chamava mulheres de “depósito de porra”

Jovem respondeu dizendo que não via problema em que uma mulher fosse tratada com esse tipo de ofensa, mesmo que fosse sua irmã (que filmou a cena). Ele ainda tentou agredir a mãe e a irmã

Fonte: Revista Fórum

Um vídeo publicado no Twitter nesta quinta-feira (30), e que tem causado grande repercussão, mostra uma mãe passando um sermão no filho por usar expressões degradantes para se referir a mulheres, entre elas “depósito de porra”.

“Você acha certo isso? Foi isso que eu te ensinei? Eu te ensinei a desrespeitar as mulheres, a desrespeitar outros seres humanos?” questionou a mãe.

O jovem reagiu envergonhado por estar sendo filmado, mas dizendo que não via nenhum problema em usar termos depreciativos para se referir a mulheres, mesmo que fosse a sua irmã: “qual é o problema? é crime”, indagou. A mãe respondeu: “é crime virtual”,

Depois, vendo que a mãe insistia no sermão e tinha um cinto na mão, ele levantou da cadeira e tentou roubar o cinto dela. Depois tentou agredi-la e até dar uma chave de braço nela. Também tentou agredir a irmã, que gravava a cena com seu celular, e teve que fugir em um momento para não ser golpeada.

jovem filmado se enquadra no que se chama da “mascu”, simplificação de “masculinista”, termo criado pela blogueira feminista Lola Aronovich para definir perfis que se escondem no anonimato da rede para atacar mulheres. “São misóginos e de extrema direita. Nunca vi um mascu de esquerda. Em geral são eleitores do Bolsonaro”, observa ela.