NFL: Para lutar contra o coronavírus, campeão do Super Bowl em 2020 com os Chiefs não jogará próxima temporada

Laurent Duvernay-Tardif é right guard do Kansas City Chiefs, campeão do Super Bowl e, além de atleta, médico.

Fonte: ESPN

Primeiro médico a atuar na NFL, o canadense anunciou nesta sexta-feira que não vai jogar a temporada 2020 do futebol americano.

Há quatro meses que Laurent trabalha na linha de frente de combate ao coronavírus em um hospital em Montreal, no Canadá. Neste sábado, ele fez o anúncio de que seguirá na medicina enquanto a pandemia não passar.

“Essa é uma das decisões mais difíceis que já tomei na vida, mas devo seguir minhas convicções e fazer o que acredito ser certo para mim pessoalmente. É por isso que decidi aceitar a Opt Out Option (opção de exclusão) negociada pela liga e pela NFLPA e oficialmente optar por ficar fora da temporada da NFL em 2020”, disse em comunicado.

“Não posso me permitir transmitir potencialmente o vírus em nossas comunidades simplesmente para praticar o esporte que eu amo. Se eu devo correr riscos, farei isso cuidando dos pacientes. Quero agradecer a todos da organização Kansas City Chiefs por seu apoio e compreensão. Fiquem seguros.”

A Opt Out Option é uma ferramenta criada pela NFL para jogadores que queiram ficar de fora da temporada por conta dos riscos do coronavírus. Laurent é o primeiro a utilizá-la.