Histórias e batalhas das mulheres indígenas

Em São Paulo, três anciãs – que, pela primeira vez, saem de suas aldeias – compartilharão saberes e tradições de sua cultura. Antes caladas por séculos de isolamento, elas contarão histórias sobre a realidade e as lutas dos povos originários.

Palavra de Poder: Narrativas orais por mulheres indígenas
Data: 10/07/2019 a 12/07/2019. Quarta a sexta, 18h30 às 21h30.
Local: Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc. Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar. Bela Vista – São Paulo.
Mais informações

Nos próximos dias 10, 11 e 12 de julho, no Centro de Pesquisa e Formação do SESC, de 18h30, às 21h30, teremos a honra e alegria de receber três anciãs indígenas: Dona Neusa Bororo, Dona Virgínia Guarani e Dona Lázara Xavante, narradoras tradicionais, detentoras de saberes, mantenedoras das línguas maternas e das tradições de seus povos.

Serão três encontros muito especiais e únicos. Para elas, um enorme desafio: a viagem longa do Mato Grosso até aqui, a novidade de encarar tantas pessoas não indígenas num ambiente totalmente diferente do seu.

Desafio cheio de possibilidades e surpresas também para todos nós, que estaremos lá para escutar, aprender, refletir e conviver.

Teremos, na primeira noite, a fala de D. Virgínia Guarani, traduzida e acompanhada por seu filho Adriano. Na quinta-feira, D. Neuza Bororo acompanhada por sua filha Daniela e na sexta, D. Lázara Xavante acompanhada do sobrinho Caimi.

Vamos fazer uma roda em torno de um fogo imaginário para falarmos da vida, das histórias, da tradição desses povos pela voz dessas mulheres guerreiras, valentes e amorosas que pela primeira vez saem de suas aldeias para compartilharem conosco essa sabedoria.