CCBB realiza mostra ‘macaBRo - Horror Brasileiro Contemporâneo’

Público tem acesso online e gratuito a 44 filmes produzidos entre 2015 e 2020

Fonte: Catraca Livre

Fãs de cinema de horror, o CCBB desenvolveu uma programação especial para vocês: a mostra “macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo”. Isso significa que 44 filmes brasileiros com essa temática ficam disponíveis online e gratuitamente para os mais corajosos!

macaBRo – Horror Brasileiro ContemporâneoCrédito: José Castanheira | Fábio Rebelo | Divulgação (as três do lado direito)Nova mostra de cinema do CCBB é para os corajosos

Os idealizadores Breno Lira Gomes, curador do festival “Maranhão na Tela” desde 2007, e Carlos Primati, responsável pela mostra “Horror no Cinema Brasileiro”, pensaram em uma programação super contemporânea: todos os longas e curtas-metragens foram  produzidos entre 2015 e 2020. Espere por títulos com forte experimentação visual e histórias horripilantes e marcantes.

A mostra “macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo” acontece entre os dias 28 de outubro e 23 de novembro pela plataforma Darkflix (clique aqui para acessar). Mas, atenção: os filmes ficam disponíveis por 24 horas e com limite de visualizações no caso dos longas, e durante uma semana, para os curtas. Por isso, programe-se bem para não perder nadinha!

  • O que assistir na “macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo”

Um dos destaques da mostra é “Morto Não Fala” (2019), de Dennison Ramalho, exibido em mais de 40 festivais no mundo e protagonizado por Daniel de Oliveira, Fabíula Nascimento e Bianca Comparato. De acordo com a revista New York, esse foi um dos melhores filmes de terror de 2019, ao lado de “Nós”, de Jordan Peele.

Baseado em um conto de Marco de Castro, o longa conta a história de Stênio, um plantonista noturno no necrotério de uma grande e violenta cidade. Em suas madrugadas de trabalho, ele nunca está só, pois possui um dom paranormal de comunicação com os mortos. Quando as confidências que ouve do além revelam segredos de sua própria vida, Stênio desencadeia uma maldição que traz perigo e morte para perto de si e de sua família.

Outra opção é  “Sem Seu Sangue” (2019), de Alice Furtado, que estreou no “Festival de Cannes” e tem o quadrinista e escritor Lourenço Mutarelli no elenco. Na trama, o romance de dois adolescentes é bruscamente interrompido por um grave acidente.

O aguardado “O Cemitério das Almas Perdidas” (2020), de Rodrigo Aragão, também está na programação. Na história, corrompido pelo poder do livro negro de Cipriano, um jesuíta e seus seguidores iniciam um reinado de terror no Brasil colonial, até serem amaldiçoados a viver eternamente presos sob os túmulos de um cemitério. Agora, séculos depois, eles estão prontos para se libertar e espalhar sua maldade.

“Cabrito” (2020), de Luciano de Azevedo, tem circulado por diversos festivais de horror. Trata-se de uma narrativa divida em três capítulos que acompanha um homem assombrado por seus entes queridos.

O filme começa com a história de seu pai e de como a família se tornou canibal. A segunda parte se concentra em sua mãe e em como ela desperta o pior no filho com sua religiosidade distorcida. A última parte é focada na catarse final do protagonista, quando ele sequestra seu primeiro amor e reproduz o desumano comportamento ao qual foi submetido em suas relações familiares.

E claro que não poderia faltar uma homenagem ao Zé do Caixão. O público tem acesso a uma seleção de curtas-metragens que celebram ou que tenham participação do saudoso José Mojica Marins, incluindo documentário, animação e filmes experimentais, raros e pouco vistos.

Uma dessas icônicas obras é “O Saci” (2015). José Mojica Marins retrata uma tensa história de perseguição, entre “pegadinhas” e armadilhas do garoto lendário de uma-perna-só. Uma garota atravessa a mata para buscar leite e no caminho descobre a existência do Saci, que castiga quem não respeita o povo da mata.

E não é só isso! Também dá para aproveitar uma série de cursos e lives no YouTube e no Instagram @blgentretenimento, sem necessidade de inscrição prévia. Saiba mais informações clicando aqui.

Esse foi apenas um gostinho da mostra “macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo”. A programação completa, com direito às datas e horários, fica disponível em breve na Darkflix. Saiba de todas as novidades por meio deste link.